IMPORTANTE:
Se você deseja ou tem a curiosidade de saber e entender tudo sobre: ..."O Princípio e o fim  de todas as coisas"..., consulte o novo site: http://www.oprincipioeofim.com onde o autor o mantém sempre atualizado e com novos assuntos.

              CAPA


CAPA
"ADVERTÊNCIA"

(APOCALIPSE 18.1-4)

Você  observou através da história da igreja cristã na Idade Medieval que a igreja de Roma havia posto de lado a palavra de Deus, dando ouvidos ao Sistema da época,  e  o  resultado  foi  a  idade da ignorância neste sentido. Deus levantou Lutero e com ele os protestantes trouxeram de volta a palavra de Deus, porém os cristãos depois desta reforma, em toda a parte a negligenciaram. A ignorância, hoje, da palavra de Deus é de apavorar.

Lembre-se: "Em terra de cego quem tem um olho é rei". "Em rio que tem piranha, macaco deve tomar água de canudo". É neste sentido, que devemos ser simples como a pomba e prudente como a serpente.

           É por este motivo que o escritor convida você, eleito de Deus em Cristo Jesus (Ef 1.4), e aos demais filhos de Deus que estão dispersos (Jo 11.52). A entender melhor, tudo sobre a Origem,a Finalidade e o Fim doDízimo e do Sistema Anticristo.Num Livro esclarecedor, cujo seu objetivo principal , é que dentro da sua organização religiosa, deixe de ser um público aglomerante e passe a ser um público ativo, deixando o senso comum tradicional do Sistema, passando ao senso crítico e construtivo. Além de enriquecer o seu conhecimento teológico, o livro contém outros assuntos polêmicos como:


1- QUEM É O HOMEM DO PECADO ?

2- QUEM SERÁ O ANTICRISTO ?  DE ONDE SURGIRÁ ?

3- QUAL ERA O ESPINHO NA CARNE DE PAULO ?

4- QUEM É A BESTA ?

5- QUEM É O DRAGÃO QUE PERSEGUE A IGREJA ?

6- COMO SERÁ O ARREBATAMENTO ?




CLIQUE AQUI PARA LER O LIVRO



Assuntos abordados no Livro
Prefácio.........................................................................................................................................01
Introdução....................................................................................................................................03
Súmula do Assunto.......................................................................................................................05
A Origem do Dízimo e sua Finalidade...........................................................................................07
O receber Dízimo era exclusividade do Sacerdócio Levítico..........................................................11
Comparação entre o Adúltero e o Dizimista.................................................................................15
Como devemos Contribuir em Graça?..........................................................................................21
Versículos Mal Interpretados Quanto ao Dízimo..........................................................................25
A Hipocrisia do Sistema...............................................................................................................29
Diferença dos Sistemas: Em Lei e Em Graça.................................................................................41
Na Graça o que o Cristão tem a ver com o Dízimo?.....................................................................45
O que ocorre com o Cristão quando dá o Dízimo?.......................................................................49
O Sistema de Cristo e o Sistema do Anticristo..............................................................................54
O Sistema Falso e o Sistema Verdadeiro.......................................................................................60
A Verdadeira causa e consequência da bênção de Deus................................................................67
Como conhecer o Falso Sistema que vive do lucro.......................................................................70
A Histório se Repete. O Sistema Atual e o Medieval.....................................................................74
O Homem do Pecado , o Arrebatamento e o Anticristo................................................................83
O Homem do Pecado e a Verdadeira Imagem de Deus.................................................................97
Para Meditação...........................................................................................................................110
Conclusão...................................................................................................................................111
Bibliografia.................................................................................................................................112





         Agradeço  ao  Espírito  da  Graça  do  Senhor  Jesus  que  me  inspirou  a  iniciar este árduo trabalho.
         Há muito tempo este assunto, estava em minha mente,e eu queria apresentá-lo como tese no mestrado em teologia. Para mim, a parte mais difícil no mestrado, como passei a ter conhecimento através  de  informações,  é  apresentar  uma tese. Por isso, fazê-lo com tanta antecedência, é estar contando é claro, com a total ajuda do Espírito Santo, e a mente de Cristo que temos (1 Co 2.16). "Confiando  em Cristo Jesus, o qual para nós foi feito por Deus: sabedoria,  justiça,  santificação, redenção. "Porquanto aquele que se gloria, glorie-se no Senhor" (1 Co 1. 30.31).  "Pelo  qual  nos tornamos ministros, e despenseiros dos mistérios de Deus" (1 Co 4.1). Aprendendo sempre a não ir além do que está escrito (1 Co 4.6). "Pois quem é que nos faz sobressair? O que temos nós que não tenhamos recebido?  E se recebemos, porque  se vangloriar, como  se  não  tivéssemos  recebido?" (1 Co 4.7).





        Passou a observar que o Sistema separa os obreiros  se  forem  dizimistas, entendeu porque havia sido separado,  descobrindo que,  uma vez a pessoa sendo do ministério e deixe de dizimar ,   sua   carreira  ministerial  estará  encerrada,   mudando  o  verdadeiro  sentido  do dízimo.   Quando  deveriam dizimar para a obra de Deus,  são  levados  a  dizimar  por interesse  de  entrar  no  ministério,   tornando-se  numa  verdadeira  competição,  cuidando  de adquirir   com   dinheiro   o   dom   de   Deus.    Notou   que   cada  dizimista  estava  sendo transformado   num   Simão,   o  mágico,   que  cuidou  entrar  no  ministério por dinheiro e foi repreendido por Pedro(At 8.20).Por esse motivo passou a se perguntar: O quê a palavra de Deus diz em relação ao dízimo?E a palavra de Deus respondeu, dando origem a esta tese.

         Agora, conhece a verdade neste sentido,sabe que é abençoado em Cristo  (Ef 1.3),  não em Dízimo  como  diz  o  Sistema. Vive contribuindo em Graça (II Co 9.7),  não  em  Lei (Ml 3.10). Devido a este esclarecimento, ficou conhecido e solicitado por vários alunos de outras turmas, motivando a publicação deste livro, o que levou a ser chamado a direção e ameaçado a
ser excluído do curso, caso continuasse a divulgar  tal  esclarecimento  aos  que  o  procuravam. Recebendo  em particular,  uma  palavra de advertência  do  diretor:   "O tesouro que você tem guarde consigo". Fazendo-o lembrar do rei Ezequias (II Rs 20.12).  Entendeu  porque  Deus não permitiu  que  entrasse no Sistema.  Hoje, não teria a liberdade de falar o que está expondo, estaria como passarinho no seu ninho, obrigado a engolir tudo o que colocassem na sua boca.






         O que vou expor com clareza é a pura GRAÇA de Nosso Senhor Jesus Cristo,onde não há lugar  para  a  LEI,  porque se tornou falha e inoperante,  Cristo não  colocou  "vinho novo" (A GRAÇA) em "odres velhos" (A LEI)Mc 2.22. Jesus estabeleceu tudo novo e jogou fora tudo que era velho(Gl 4.30; Hb 8.13),procurando fazer o uso correto dos textos bíblicos, não lhes torcendo o sentido e não invalidando o contexto,  uma vez que temos de levar em conta que o pretexto do Falso Sistema é fazer do cristianismo uma seita judaica,  para que  a  maioria  dos  cristãos  viva debaixo de LEI, não a lei de Cristo,  mas a lei do próprio SISTEMA.Paulo afirma:"Mas, quando vi  que  não  andavam  retamente  conforme a verdade do evangelho  (A GRAÇA),  disse  a cefas perante todos:  Se tu,  sendo judeu,  vives  como os gentios,  e  não como os judeus,  como é que obrigas os gentios a viverem como judeus?" (Gl 2.14).

         Visto ser o dízimo um preceito da lei de Moisés, embora  Abraão  tenha dizimado antes da lei,no lugar do número dos sacerdotes da tribo de Levi,os quais se encontravam nos seus lombos, justamente  para  os  sacerdotes  ficarem isentos desta obrigação que estava para ser estabelecida por lei  (Hb 7.9-10),  e  ficou  sendo lei,  a  qual consistia em um contrato entre o Senhor e Israel, somente.O dízimo passou a ser um pacto entre Deus e os israelitas.Era bilateral. Só teria validade com a aceitação e cumprimento de ambas as partes.

         Todavia, nem os gentios, e nenhum representante da Igreja de Cristo estavam lá para ouvir
a leitura do contrato,  entendê-lo e assiná-lo,  ficando assim,  a Igreja atualmente, comprometida com o dízimo.

         Toda a confusão,no tocante à origem de certas coisas, seria totalmente erradicada do nosso meio se conhecêssemos a palavra de Deus. A maioria de nós, porém, desde o tempo de crianças, e antes de realmente sabermos ler e penetrar na palavra  de Deus  por  conta  própria,  ou  seja,  na dependência total do Espírito,  passamos por uma lavagem cerebral religiosa,  como é  o  caso  do dízimo por exemplo, na dispensação da GRAÇA em que vivemos, onde nenhum ser humano, seja gentio ou judeu, uma vez convertido a Cristo, tem qualquer obrigatoriedade com o mesmo, e sim, o contribuir com alegria (II Co 9.7).

         Durante  a  totalidade da nossa vida,  temos  ouvido coisas antibíblicas e anacrônicas serem ditas  e  até  mesmo  pregadas na igreja que  freqüentamos.  O que ficávamos ouvindo era apenas
a  mente  humana  procurando  solucionar  problemas  espirituais.  E  a mente humana não pode solucionar problemas espirituais (I Co 2.14,15).

        Durante muito tempo, estudei vários livros de alguns ensinadores deste assunto, que tinham conseguido doutorados em teologia,   a maioria deles se baseava nos ensinamentos de terceiros, e não na palavra de Deus.Cheguei à conclusão bíblica,que não podemos entender coisas espirituais com  nossa  mente   natural,   ela   precisa  ser  renovada  pelo  poder  de  Deus  (Rm 12.2),   para entendermos  plenamente  a palavra de Deus (Cl 3.10). Caso contrário a hermenêutica,   a  crítica textual e a exegese não têm valor nenhum no estudo bíblico.

         Se  você  quiser  aprofundar-se  na palavra de Deus, ela endireitará o seu modo de pensar e falar.   Pense   e   fale  em  harmonia  com  aquilo  que  a  palavra de  Deus  diz  (I Pe 4.11). Não necessariamente de acordo com o que foi ensinado que ela diz, nem de acordo com o que alguém lhe con- tou que ela diz. Pergunte a si mesmo: "O que é que a palavra de Deus diz?" (I Jo 2.27).

         Quando estudamos as escrituras, ouvimos Deus falando diretamente conosco. A palavra de Deus  e  a  sua  verdade  são  mais  importantes  que  as  palavras e opiniões dos homens. Todo o pensamento  humano  deve  ser  subserviente à palavra  de  Deus  (a Cristo, à verdade).  Se a Sua palavra  estiver  conosco,  Ele  estará  conosco.  Portanto,  busque  a  Sua  palavra, busque a Sua verdade:  "O meu povo está sendo destruído,  porque  lhe falta o conhecimento"  (Os 4.6)  "Pois misericórdia quero e não sacrifícios;  e o conhecimento de Deus (da sua palavra),  mais do que os holocaustos" (Os 6.6).

         Busque  a  verdade (conhecimento da palavra),  e  nunca  tenha medo de defendê-la, pois a verdade o tornará livre de todo tipo de dominação,  moral, espiritual, social, psicológica, física e do Falso Sistema que agora, opera nos filhos da desobediência. "Conhecereis a verdade e ela vos libertará"  (Jo 8.32).  "Por  preço  fostes  comprados;  não  vos  façais  escravos de homens" (do Sistema)  (I Co 7.23).  Saiba,  testemunhar a verdade de Deus,  ela é mais importante  do  que  a  nossa própria vida.

         Reconheça  a  autoridade suprema do Evangelho da Graça de Cristo (Evangelho que foi dado a Paulo), porque até um louco revestido da mente de Cristo é mais sábio do que qualquer homem sem ela.






         O Escritor Rômulo de Almeida, não havia citado os nomes dos Cooperadores da Editoração deste "Site", dos seguintes endereços:

www.reocities.com/athens/agora/5241 www.reocities.com/athens/styx/7649

www.reocities.com/athens/styx/4135 www.reocities.com/estacumprido

         Porque o seu propósito principal não era divulgar o seu ESTILO, e sim, o seu CONTEÚDO, como está escrito: "Pois quem é que nos faz sobressair? O que temos nós que não tenhamos recebido? E se recebemos, por que se vangloriar, como se não tivéssemos recebido?"(I Co 4.7). Mas, tendo em vista o número de E-mails recebidos na forma de agradecimentos e elogios, por parte dos NEÓFITOS, parabenizando a plástica deste "Site", sentiu-se no dever de citar os nomes de cada Colaborador, especificando a parcela de trabalho que tivera durante quatro longos anos, para que este "Site" chegasse aos Portais da Internet no estilo em que foi idealizado, embora, todos tenham sido remunerados pelo trabalho prestado ao Escritor, porque digno é o trabalhador do seu salário (Mt 10.10).

1- Idealização e Digitação: O Escritor e Saulo Palacio.

2- Capa e Ilustração, Diagramação e Acabamento: O Escritor e Saulo Palacio.

3- Estética da Preparação, Distribuição e Coordenação, na preferência da cor e tipo de impressão de cada texto e contexto : O Escritor.

4- CONTEÚDO: Arquivo do Escritor ( Romanos 11.33-36; I Coríntios 2.16; 4.1; II Co 3.4-6; 4.5-15).

5- Compilação para a linguagem ‘HTML’ ou fase final da sua confecção: Monique Guimarães.

Contatos:

romulodealmeida@ig.com.br - saulopalacio@ig.com.br - moniqueg@ig.com.br 

         É importante lembrar, que ficou registrado no nome do Escritor, com a possibilidade também, de poder fazer uso da Legislação Específica Aplicada ao Registro pela Lei n° 7.646, de 18.12.1987 ou pelo Depósito Legal do Decreto 1825, de 20.12.1907 quando se utilizarem do mesmo, propagando outros assuntos com fins lucrativos, causando assim prejuízo moral à obra do Escritor, e ao trabalho dos seus Cooperadores, além de ferir a Ética Cristã: "O que de Graça recebestes, de Graça daí". E o mais grave ainda, é não saber o que será necessário para ressarcir o dano causado, por não reconhecer o principal propósito da confecção deste Site: "Esclarecer a Graça do Cristo Ressuscitado", aos Eleitos de Deus que estão dispersos no mundo que não sabe o que é PECADO, JUSTIÇA e JUÍZO (João 16.8).

 

        




Saiba mais sobre:
Tipos de Sermões - Verdadeira Igreja - Arrebatamento
Grande Tribulação - Predestinação - Livre Arbítrio

Em http://www.reocities.com/Athens/Styx/7649

Está Consumado - Templos - Sinagogas
Tabernáculo - Santuário - Imagem
Em http://www.reocities.com/Athens/Styx/4135

Caso deseje um esclarecimento minucioso de todo assunto em pauta, consulte o NOVO livro: Façamos o Homem - Está Consumado - Está Cumprido
Em http://www.reocities.com/estacumprido