Padrões Alterados - Porões de Conciências Aprisionadas

Por: Gustavo Garrido


 

Relendo artigos das edições de "A Sentinela", deparei-me com a de 1 de junho de 2001 no artigo de capa "Padrões Alterados CONFIANÇA TRAÍDA" onde traz argumentos a respeito de padrões de moral, fazendo colocações tipo: "Alterações nos padrões, por menores que sejam, geram incerteza. Por isso, fazem-se grandes esforços para preservá-los... (o grifo é meu) Embora o cidadão comum ache que pequenas mudanças sejam irrelevantes, uma mudança total pode gerar confusão". (o grifo também é meu) Daí o artigo segue falando a respeito de moral e valores familiares e a decadência destes andando de "mãos dadas com a deliberada traição da confiança." e é aí que quero chegar, TRAIÇÃO DA CONFIANÇA.

Vim a obter informações que não possuía e que escapavam-me, por está com minha confiança totalmente depositada no Corpo Governante das Testemunhas de Jeová, pequeno grupo de pessoas, que direciona os caminhos desta organização e que não admitem que os participantes desta sociedade, venham a discutir suas diretrizes para o conjunto como um todo.

Estas informações caíram sobre mim com um efeito devastador em minha confiança nesta organização. Primeiro aconteceu quando passei a consultar artigos escritos na internet, a respeito dos pergaminhos encontrados nas cavernas de Qumram nas proximidades do Mar Morto. Após ter consultado bastante, veio-me a questão da vida do povo de Israel, onde comecei a pesquisar a destruição de Jerusalém e a data que a STV se apega: 607 AEC. Comecei a aprofundar-me e não consegui achar esta data em escrito nenhum, inclusive fora da própria internet, em livros de história deste povo.

Nestes vai e vem de pesquisas, encontrei então, referenciais acerca de um homem que havia servido em posição de destaque na Organização das Testemunhas de Jeová e que também tinha feito uma pesquisa muito mais bem elaborada, a respeito da data de 607 AEC. Para minha surpresa também, fiquei sabendo que este homem tinha sido expulso da organização que leva o Nome.

Foi aí que todo o castelo que tinha construído pedra por pedra nestes 33 anos de organização, mostraram-se ser de cartas, foi ruindo aos poucos, à medida que começava a ver como a organização é em seus porões. Curioso como é todo ser humano, passei a pesquisar os sites sobre as Testemunhas de Jeová.

Inicialmente passei a notar o rancor que saia dos escritos de alguns, sem querer aqui fazer julgamentos, talvez por raivas que estes tenham ainda abrigadas em seus corações, até mesmo tentei discutir algumas questões. Confesso que se escrevo isso hoje, é com dor no peito, pois sei do potencial de pureza dos irmãos, espalhados nas diversas congregações que participei e que também por acreditarem no Novo Mundo prometido por Jeová Deus, como o "Pai das luzes celestiais", e que conforme Tiago 1:17 nos relata
"não há variação da virada da sombra", ficam a aguardar o paraíso restaurado, mas sendo enganados em alguns ensinos que mudam ao sabor da corrente do tempo, pois não procedem de Deus.

Entre estes artigos e pesquisas onde aparecesse o Nome, passei a me dar conta das intenções da Sociedade Torre de Vigia em querer mesmo usando de violência e passando por cima dos direitos humanos e tolerância religiosa que procuram em seus escritos defender, manter um povo aprisionado em porões de ditadura espiritual.

Só se pode falar das coisas escritas por eles. Não se pode contestar, sob o perigo de se ser expulso como apóstata. Quer dizer: tolerância religiosa só para eles (vide A Sentinela de 1 de novembro de 2001 pg 25), não podemos ser como os bereanos que tinham prontidão em dar ouvidos à mensagem, mas que por sua diligência procuravam examinar as Escrituras, em busca da confirmação das coisas aprendidas, e por fazerem isso granjearam o elogio encontrado em Atos 17:11.

Antes de qualquer pessoa entrar nesta organização, podem à vontade fazer as perguntas que quiserem, mas depois que estão dentro, não se lhes permitem mais contestar, pois as coisas são mostradas antes para estes, de uma forma superficial, onde até mesmo as questões mais controversas estão sendo varridas para baixo do tapete, como é o caso de transfusões de sangue, que foram praticamente retirados dos novos lançamentos que servem para estudo bíblico com pessoas de fora.

É lamentável isso acontecer. Imagine o leitor que se homens e mulheres com conhecimento secular, formados em universidades de engenharia, medicina, advocacia e outras profissões de nível considerados superior, que têm um grau um pouco mais alto por motivos de seus estudos seculares e formadores de opinião que são, ficam engendrados nas malhas da Torre de Vigia, que dizer dos que são analfabetos ou com pouco estudo secular?

Nesta mesma revista citada no inicio deste texto, em seu segundo artigo de capa diz: "Assim como as promessas de Jeová são confiáveis e imutáveis, seus padrões do certo e do errado também o são. Você confiaria num comerciante que usa dois conjuntos de pesos, dos quais apenas um é exato? É claro que não! Da mesma maneira "A balança fraudulenta é algo detestável para Jeová, mas o pleno peso de pedra é um prazer para ele." - Prov.11:1"

Ainda nesta revista está escrito: "A atual traição da confiança - seja no comércio, na política, na religião, ou mesmo nos relacionamentos familiares ou pessoais - e suas conseqüências funestas fazem parte da trama perversa do Diabo para infligir 'ais' aos habitantes da terra."

Sim, as artimanhas de Satanás são enormes e alcançam a todos que querem se passar como profetas de Deus nestes dias que a Bíblia chama de últimos. Pois não devemos  desperceber que o próprio Jesus em suas palavras registradas em Lucas 17:1,2  disse: "É inevitável que venham causas para tropeço. Não obstante, ai daquele por meio de quem vêm! Seria mais proveitoso para ele que se lhe pendurasse no pescoço uma mó e que fosse lançado no mar, do que fazer ele tropeçar a um destes pequenos."  e que também nos versículos 22 e 23 "Ele disse então aos discípulos: "Virão dias em que desejareis ver um dos dias do Filho do homem, mas não [o] vereis. E as pessoas vos dirão: 'Eis ali!' ou: 'Eis aqui!' Não saiais nem corrais atrás [deles]."

Fica a lição. A verdade esclarecedora chegou a mim. Relutava inicialmente em adquirir o livro do irmão Raymond Franz. Achava que este seria mais um livro atacando ferozmente as Testemunhas de Jeová. Ledo engano. Este irmão com bastante humildade disserta a respeito de sua vivência entre os "gloriosos" da Torre de Vigia e suas artimanhas para deixarem todos nos porões da ditadura espiritual, onde não se ver luz verdadeira. E quando os ensinos de escuridão desta organização que pretensiosamente leva o Nome, passam a ser insustentáveis, eles usam o texto de Provérbios 4:18 que diz "Mas a vereda dos justos é como a luz clara que clareia mais e mais até o dia estar firmemente estabelecido."

Só que este texto e seu contexto não podem ser aplicados a ensinos, pois referem-se a caminhos de pessoas pecadoras e iníquas, que o justo tem de evitar. E quando o justo evita maldades seu caminho torna-se estabelecido como o dia, e que seu caminhar não haverá tropeço, pois com a claridade poderá enxergar as pedras que podem lhe podar um caminhar puro.

A pretensão dos homens que estão na dianteira da organização é muito grande. Suas mãos estão manchadas com ensinos falsos e premissas não cumpridas. Embora tenhamos ensinos que nos diferenciam das demais religiões, estamos com elas neste mesmo caldeirão onde o Diabo procura desencaminhar a muitos.

Certa vez os discípulos de Nosso Senhor Jesus Cristo lhe disseram: "Preceptor, vimos certo homem expulsar demônios pelo uso de teu nome e tentamos impedi-lo, porque ele não segue conosco." Mas Jesus disse-lhe: "Não tenteis impedi[-lo], pois quem não é contra vós, é por vós." - Lucas 9:49,50
Com este texto vim a entender que não é importante que estejamos em uma denominação religiosa, que o importante é que acreditemos e tenhamos fé no sangue purificador de Jesus, derramado a favor de toda a humanidade, e que devemos efetuar a obra que Jesus encarregou a todos seus discípulos a fazerem: Ide, portanto, e fazei discípulos de pessoas de todas as nações, batizando-as em o nome do Pai, e do Filho, e do espírito santo, ensinando-as a observar todas as coisas que vos ordenei. E eis que estou convosco todos os dias, até à terminação do sistema de coisas." -  Mateus 28:19-20. Isso podemos fazer usando a ferramenta principal do Cristão: A Bíblia.

Desta forma poderemos dizer como o apóstolo Paulo em Romanos 12: 16:
"Tende a mesma mentalidade para com os outros como para com vós mesmos; não atenteis para as coisas altivas, mas deixai-vos conduzir pelas coisas humildes. Não vos torneis discretos aos vossos próprios olhos." Com estas palavras vemos que os homens que estão na dianteira da Sociedade Torre de Vigia tornaram-se discretos aos seus próprios olhos e não conseguem entender as palavras de Paulo quando disse: "Não vades além das coisas que estão escritas" - 1 Coríntios 4:6

Com estas pesquisas na internet em endereços públicos, e considerando os fortes argumentos de seus autores em assuntos considerados tabus entre as Testemunhas de Jeová, passei a entender o porque da revolta de alguns e as considerações de outros pelo próximo, em alerta permanente para que vejam o que uma religião e seu poder de alienar mentes humanas podem fazer: A desconsideração total de pessoas que por motivos de consciência e não por pecados iniquos, abandonaram ou foram expulsos, por crerem que a Bíblia e não ensinos de homens, traçam o caminho da salvação.

Ao final do artigo da revista citada, hipocritamente dizem: "Se seguir os imutáveis e confiáveis padrões de Deus, certamente será abençoado. Aceite o convite do próprio Deus: "Oh! se tão-somente prestasses realmente atenção aos meus mandamentos! A tua paz se tornaria então como um rio e a tua justiça como as ondas do mar. - Isaías 48:18""

Podemos ver que a Sociedade Torre de Vigia incentiva mas não segue estas palavras e que hoje dentro de suas entranhas acontecem desarmonia que cada vez vêm mais a público e não a paz, pois alguns de seus ensinos, assim como os de outras religiões ditas cristãs, afastaram-se dos ensinos simples de Nosso Senhor e Redentor Jesus Cristo.
Os ensinos e falhas flagrantes dos padrões das Testemunhas de Jeová, representadas pela Sociedade Torre de Vigia de Bíblias e Tratados dos EUA, testemunham contra o Supremo Senhor do Universo Jeová Deus e levam cativos a homens e mulheres aos porõo imundos das teorias religiosas do corpo governante das Testemunhas de Jeová.

Hoje seus ensinos como disse o irmão Ray constituem-se de "verdades atuais" e que amanhã com certeza, tornar-se-ão "verdades ultrapassadas".

Não vou me dar a conhecer, acho estratégico lutar sem que saibam quem sou - e isso não importa pois não quero ser cconhecido mesmo - Sei que não poderei fazer muito contra estes ensinos falsos, já vejo alguns me olharem de soslaio, mas pelo menos com a consciência tranqüila de não defender ensinos que a Bíblia não concorda, pois as palavras de Paulo em Romanos 9:6A diz:
"No entanto, não é como se a palavra de Deus tivesse falhado".

Estes homens que estão à frente da organização são soberbos e hipócritas que por motivos torpes de estruturar uma grande organização, procuram varrer para baixo do tapete ou como dizem alguns irmãos, branquear seus enorme erros inclusive às custas de sangue, pois milhares já morreram pelos ensinos falsos da recusa de transfusões de sangue, transplantes de órgão e vacinas.

Encerro esta com o texto de Revelação 6:10 que diz:
"Até quando, Soberano Senhor, santo e verdadeiro, abster-te-ás de julgar e vingar o nosso sangue dos que moram na terra?"

Estou aos pouco, formando a estratégia para meu afastamento desta organização. Por enquanto a encruzilhada é esta:

- Se saio atirando, não terei chances de mostrar nada para os que ficam, inclusive meus parentes.

- Se não digo nada e saio de fininho, como sendo mais um irmãozinho fraquinho na fé, ficarei sempre com este peso na consciência, de não ter escancarado e dito a verdade.

- Se digo a verdade, vou dizer apenas para uns poucos irmãos que também estão sendo enganados e por certo não acreditarão.

- Posso também ficar na organização (acho isso pouco provável) para ficar por dentro das coisas e poder combater melhor - (Como?)

- Simplesmente não dar as caras mais. Quer dizer: Parar tudo e não dar satisfações a ninguém. (Improvável pois sou um pouco razinza)

- Seja o que Deus quizer.

 


Voltar