Corpo Governante - Apóstatas Sem Limites

Por: Gustavo Garrido


 

Este artigo que temos no Nosso Ministério do Reino de janeiro de 1987, página 8, com o título "Não dê margem aos apóstatas" pode ser usado por qualquer religião que afirme que ser a verdadeira - e vejo que todas as denominações religiosas ditas cristãs acham e pregam que têm a verdade. Raciocinemos e vejamos as argumentações expostas neste artigo e principalmente os textos aplicados:

             1 Assim como ocorreu na congregação cristã primitiva, existem hoje os que se tornam apóstatas ou extremamente críticos aos ensinos do povo de Deus. (1 Tim. 4:1) Às vezes eles enviam cartas ou publicações que promovem a religião falsa e lançam calúnias contra a organização de Jeová. O que fará se receber uma de tais cartas ou publicações?

             2 Seria muitíssimo perigoso raciocinar que ler tal matéria não o afetará. (1 Cor. 10:12) Nutrir a mente com raciocínios apóstatas pode fazê-lo cair vítima de sérias perguntas ou dúvidas. (Tia. 1:15) Não conclua que tem de ler um livro ou um panfleto cheio de calúnias e de meias-verdades para poder refutar falsas afirmações e ensinos de opositores. Tampouco fique tentado pela curiosidade. Lembre-se dos conselhos que Jeová (nota fora do artigo: Aqui as religiões poderiam mudar para a palavra DEUS) provou em sua Palavra em Romanos 16:17, 18; 1 Coríntios 5:11 e 2 João 9, 10. Se por curiosidade lesse a literatura apóstata, seria como se convidasse um inimigo da verdadeira adoração à sua casa - um desassociado ou dissociado - para se sentar consigo e expor suas idéias apóstatas. (nota fora do artigo: Aqui também poder-se-ia acrescentar em vez de um desassociado ou dissociado palavras tais como: Testemunhas de Jeová ou outra denominação qualquer.) Há apenas um lugar apropriado para tal tipo de matéria - jogue-a fora, no lixo!

             3 Que dizer se se confrontar no serviço de campo (nota fora do artigo: Ou evangelização) com um apóstata ou com alguém que quer apenas discutir? Se a pessoa não for sincera, usualmente é melhor que nos excusemos e sigamos para a próxima porta. (nota fora do artigo: Ou próximo visitado) Os apóstatas e os opositores não estão interessados na verdade, mas servem apenas aos objetivos de Satanás. Mas, quando alguém faz perguntas sinceras, podemos apegar-nos a estas e responder à base das Escrituras.

            4 Os anciãos (nota fora do artigo: Ou os Pastores) devem permanecer alertas para      proteger o rebanho. (Atos 20:30; Rom. 16:17, 18) Talvez seja necessário ir em socorro de alguém na congregação que tenha caído vítima de raciocínios apóstatas. (Pro. 11:9; Judas 22, 23; 2 Tim. 2:25, 26) Ou talvez seja preciso encorajar os irmãos a não ficarem indevidamente perturbados com as acusações suscitadas por tais opositores. É preciso confiar em Jeová (nota fora do artigo: Em Deus) e deixar que Ele dirija os assuntos do Seu próprio modo. Da nossa parte, é importante não dar margem ao Diabo e a seus agentes apóstatas! - Efé. 4:27.

 COMENTÁRIOS DO ARTIGO

Quero dizer ao comentar este artigo é que vemos como é fácil usar a Bíblia, tomando como base textos e inseri-los em qualquer artigo sem levar em consideração o contexto. Senão vejamos:

 No primeiro texto comentado:

 1 Timóteo 4:1: "No entanto, a pronunciação inspirada diz definitivamente que nos períodos posteriores de tempo alguns se desviarão da fé, prestando atenção a desencaminhantes pronunciações inspiradas e a ensinos de demônios"

 ·          Neste texto e em seu contexto, Paulo nos dar a idéia da grande apostasia que estava pela frente, onde surgiriam homens que diriam por exemplo, que a ressurreição já ocorrera - assim como está registrado em 2 Timóteo 2:17-18: "... Himeneu e Fileto são desses. Estes mesmos se desviaram da verdade, dizendo que a ressurreição já ocorreu; e estão subvertendo a fé que alguns têm".

·           O livro “Proclamadores” editado pela Sociedade Torre de Vigia traz à nossa atenção o que acreditavam os estudantes da Bíblia orientados por seu então presidente Ruthenford onde pregava a ressurreição não como tivesse ocorrido em 1914 conforme predito pelo Pastor Russel, mas que ocorreria no ano de 1925 como pode ser constatado à página 632  capítulo 28 sob o tema “Provas e peneiramento internos” - No discurso "Milhões Que Agora Vivem Jamais Morrerão", proferido por J. F. Rutherford em 21 de março de 1920 no Hippodrome, na cidade de Nova Iorque, dirigiu-se atenção ao ano de 1925. Em que base se pensava ser este significativo? Num folheto publicado naquele mesmo ano, 1920, foi dito que, se 70 plenos jubileus fossem calculados a partir da data em que Israel, segundo se entendia, entrou na Terra Prometida (em vez de começar depois do último jubileu típico ocorrido antes do exílio babilônico e daí contar até o início do ano do jubileu no fim do ciclo de 50 anos), isso poderia apontar para o ano de 1925. À base do que se dizia ali, muitos esperavam que talvez os remanescentes do pequeno rebanho recebessem sua recompensa celestial em 1925. Esse ano também era relacionado com expectativas de ressurreição de fiéis servos de Deus pré-cristãos com o fim de servirem na Terra como representantes principescos do Reino celestial. Se isso realmente ocorresse, isso significaria que a humanidade havia entrado numa era em que a morte deixaria de ser dominadora, e milhões que então viviam podiam ter a esperança de nunca desaparecer da Terra por causa da morte. Que feliz perspectiva! Embora equivocada, eles ansiosamente partilharam-na com outros.

Temos a comentar com uma pergunta: Quem está subvertendo e desencaminhando a fé de muitos conforme o texto de 1 timóteo 4:1? – O mais interessante é que no final do escrito acima dizem “Embora equivocada, eles ansiosamente partilharam-na com outros.”

Agora, em vez de "Milhões Que Agora Vivem Jamais Morrerão" compartilham agora que "Milhões Que Agora Vivem Talvez Jamais Morrerão", conforme o Calendário das Testemunhas de Jeová ano 2001 traz em sua contra capa e trazendo agora a data de 24 de fevereiro de 1918, quando foi dado este discurso pela primeira vez.

Até hoje as Testemunhas de Jeová mais idosas acreditam que a ressurreição dos ungidos esteja se dando desde 1918 data esta pregada pelo “escravo fiel e discreto” como sendo a visita de Jesus Cristo ao templo espiritual - onde houve um peneiramento - e que os ungidos não dormem mais na morte, pois são transformados conforme Paulo diz em 1 Tess. 4:15-17. Embora sejam poucos os que sabem a respeito disso - inclusive muitos e muitos anciãos.

Quantos não foram expulsos por não concordarem com o todo-poderoso irmão Rutheford!

O livro continua: "Eram corretas as crenças das Testemunhas de Jeová nesses assuntos? Elas certamente não erraram em crer que Deus sem falta faria o que prometera. Mas alguns de seus cálculos de tempo e as expectativas que ligavam a estes causaram sérios desapontamentos... Depois de 1925, a assistência às reuniões caiu drasticamente em algumas congregações na França e na Suíça. De novo, em 1975, houve desapontamento quando as expectativas sobre o início do Milênio não se concretizaram. Em resultado, alguns se afastaram da organização. Outros, porque tentaram subverter a fé de associados, foram desassociados".

Pergunto: Como estes tentaram subverter a fé dos associados se eles foram os que tinham sido enganados? Subverter como? Por dizer que não se podia confiar em ensinos de homens?

Ficam estas perguntas para reflexão.

Passemos então para o segundo texto citado no artigo do Nosso Ministério do Reino de 1/87 pg 8  com o título "Não dê margem aos apóstatas":

 1 Coríntios 10:12: "Conseqüentemente, quem pensa estar de pé, acautele-se para que não caia".

Como estamos aqui, falando das Testemunhas de Jeová, e o contexto em  1 Coríntios 10:11 diz: “Ora, estas coisas lhes aconteciam como exemplos e foram escritas como aviso para nós, para quem já chegaram os fins dos sistemas de coisas”. Podemos crer que os escritos passados que estão registrados na Bíblia realmente são para o proveito de todos, como aviso que Paulo nos dá em 1 Coríntios 4:6: “Não vades além das coisas que estão escritas”.

 Passemos então para o terceiro texto citado no artigo:

Tiago 1:15: “Então o desejo, tendo-se tornado fértil, dá à luz o pecado; o pecado, por sua vez, tendo sido consumado, produz a morte”.

Será que o desejo de sabermos a verdade é pecado?

A própria Sociedade Torre de Vigia em suas literaturas diz que os que devem sair de suas religiões para entrar na das Testemunhas de Jeová, têm que fazer um exame vigoroso dos ensinos de suas igrejas.

Será que nós, Testemunhas de Jeová também não podemos continuar a fazer este exame?

Digo com todas as letras: Perguntas ou dúvidas sempre serão a tônica do raciocinar humano, e isto a Sociedade Torre de Vigia quer também nos retirar.

Que pecados pode haver em se saber dos acontecimentos mundiais envolvendo a Torre? Que pecados pode haver em querer-se saber o porque de ontem não tomarmos sangue e agora podermos tomar sangue em minúsculas frações?

Que dizer das vacinas proibidas e que hoje estão liberadas? Que dizer do fator VIII para emofílicos e outras frações estarem sendo estocadas e ter sido este sangue doado em grandes quantidades para fabricar estas partículas e nós como Testemunhas de Jeová não podemos doar sangue?

Vejo – sem querer fazer julgamentos – que os pecados que estão sendo consumados não estão sendo cometidos por nós pessoas de consciência livre. Em querermos saber de onde se tira tanta luz, não é pecado. Em querermos saber porque são tão intensas e que estão a cegar a muitos de nós, não é pecado.

Vemos que estas luzes cada vez que explodem nas congregações, são usadas para que não penetrem o brilho precioso da verdade de Deus – São coisas de homens e aplicam-se o texto de Paulo em Efésios 5:6-14: Nenhum homem vos engane com palavras vãs, pois, por causa das coisas já mencionadas vem o furor de Deus sobre os filhos da desobediência. Portanto, não vos torneis co-participantes deles; pois outrora éreis escuridão, mas agora sois luz em conexão com [o] Senhor. Prossegui andando como filhos da luz, pois os frutos da luz consistem em toda sorte de bondade, e justiça, e verdade. Persisti em certificar-vos do que é aceitável para o Senhor; e cessai de compartilhar com [eles] nas obras infrutíferas que pertencem à escuridão, mas, antes, até mesmo [as] repreendei, pois as coisas que eles realizam em secreto são vergonhosas até mesmo para relatar. Ora, todas as coisas que estão sendo repreendidas são tornadas manifestas pela luz, pois tudo o que está sendo manifestado é luz. Por isso ele diz: 'Desperta, ó tu que dormes, e surge dentre os mortos, e o Cristo brilhará sobre ti.'”

Luz Divinal mesmo estamos vendo agora, depois que retiramos de nós este capuz negro dos muitos ensinos falsos de homens que prosseguem preferindo esconder da maioria os frutos podres e varre-los para debaixo do tapete, procurando um aliado chamado Tempo para branquear falsidades ensinadas no decorrer destes vários anos da Sociedade Torre de Vigia.

Passemos então para os quarto, quinto e sexto textos citados no artigo:

Romanos 16:17-18: “Exorto-vos agora, irmãos, que fiqueis de olho nos que causam divisões e motivos para tropeço contra o ensino que aprendestes, e que os eviteis. Pois homens dessa sorte são escravos, não de nosso Senhor Cristo, mas de seus próprios ventres; e, com conversa suave e palavras elogiosas seduzem os corações dos cândidos”.

Aqui é como se a STV estivesse dizendo “contra o ensino que aprendestes de nós.”  E como estamos vendo parte destes ensinos foram mostrados falsos e incoerentes.

1 Coríntios 5:11: “Mas, eu vos escrevo agora para que cesseis de ter convivência com qualquer que se chame irmão, que for fornicador, ou ganancioso, ou idólatra, ou injuriador, ou beberrão, ou extorsor, nem sequer comendo com tal homem”.

Aqui a Sociedade Torre de Vigia procura aplicar o que o contexto claramente espelha. Por não concordarmos com os ensinos desta sociedade, não implica que sejamos fornicadores, gananciosos, idólatras, injuriadores, extorsores ou beberrões. Claramente Paulo diz em 1 Coríntios 5:9-10: ”Eu vos escrevi na minha carta que cesseis de manter convivência com fornicadores, não [querendo dizer] inteiramente com os fornicadores deste mundo, ou [com] os gananciosos e os extorsores, ou [com] os idólatras. Senão teríeis realmente de sair do mundo”. Como vemos é costume da Sociedade Torre de Vigia aplicar um texto aleatório ao assunto.

2 João 9-10: “Todo aquele que se adianta e não permanece no ensino do Cristo não tem Deus. Quem permanece neste ensino é quem tem tanto o Pai como o Filho. Se alguém se chegar a vós e não trouxer este ensino, nunca o recebais nos vossos lares, nem o cumprimenteis”.

Os ensinos de Cristo foram tão suaves que Ele mesmo nos diz em Mateus 11:29-30: “Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, pois sou de temperamento brando e humilde de coração, e achareis revigoramento para as vossas almas. Pois o meu jugo é benévolo e minha carga é leve.”

Que diferença gritante dos vários manuais editados pelo corpo governante da Sociedade Torre de Vigia - manual do betelita; pioneiros, contas; anciãos; comissões de serviço; filiais e outros - com cargas pesadas para todos que se acercam desta organização.

Nas congregações a enorme carga que recai em cima de homens devotados, mas que nem sempre são tão humildes – embora pessoalmente conheça anciãos maravilhosos, que são realmente bons discípulos de Cristo Jesus, mas que infelizmente estão cegos por estas infindáveis regras e ensinos da Sociedade.

E que dizer dos infindáveis relatórios mensais de serviço de campo? Todos nós sabemos que estes relatórios existem como meio de controlar os nossos queridos irmãos.

Que vergonha! Os ensinos de Cristo serem tão suaves, mas para as Testemunhas de Jeová no mundo inteiro se tornam tão pesados!

Passemos então para os sétimo e oitavo textos citados no artigo:

Atos dos Apóstolos 20:30: “e dentre vós mesmos surgirão homens e falarão coisas deturpadas, para atrair a si os discípulos”.

Podemos enquadrar aqui Russel, Rutherford (Grandes culpados por erros históricos), Nathan Knor e Fred Franz (Estes também são grandes culpados por erros históricos pois principalmente o Fred, era considerado o cérebro da organização no tempo do Knor), Milton Henshel, e os que são constantemente citados em matérias quando uma classe de Gileade é formada. Estes foram e os citados nas revistas recentes, são o Corpo Governante - Nome pomposo que não tem fundamento bíblico.

Rom. 16:17, 18 – O texto é repetido aqui.

Passemos então para o nono texto do artigo:

Provérbios 11:9: “Pela boca é que o apóstata arruína seu próximo, mas é pelo conhecimento que os justos são socorridos”.

Realmente é pela boca que o apóstata arruína seu próximo.

Pergunto:

Quantas ruínas tiveram diversos irmãos por aceitarem como ovelhas silenciosas, que parentes seus viessem a falecer por causa das famigeradas argumentações da Sociedade Torre de Vigia sobre o sangue, vacinas e transplantes?

Quantas vidas de irmãos idosos foram modificadas bruscamente por permaneceram a vida toda servindo a esta organização e que sabendo agora ou não concordando com as inverdades tidas como verdade, foram postos para fora, sem mínimas condições de sobrevivência, a não ser a caridade de irmãos amorosos que por sua vez também foram expulsos por assim procederem?

Sim, Foram postos no olho da rua como sendo apóstatas. Que falta de amor!

Quantas vidas foram machucadas por estes que estão no topo da Sociedade entenderem que têm de esconder os pedófilos, para que não se manchasse a reputação de uma organização inteiramente voltada para o crescimento de membros com seu retorno em dinheiro, para cada vez aumentar mais seu patrimônio?

Quantas vidas de crianças foram ceifadas, e adultos também, por seguirem os ensinos ensinados na revista Idade do Ouro – agora Despertai! - e que em seus escritos mostrava-se  terminantemente contra vacinas e avanços da medicina?

Talvez seja necessário ir mesmo literalmente em socorro de alguns na congregação que tenham caído vítima de raciocínios apóstatas encastelados na Sociedade Torre de Vigia e que agora precisam de ajuda para seu restabelecimento espiritual e crença Bíblica!

Realmente talvez seja preciso encorajar os irmãos a não ficarem indevidamente perturbados com os ensinos destes opositores do cristianismo. É preciso confiar em Jeová e mostrar aos irmãos estes ensinos não bíblicos.

Precisamos criar uma corrente forte que possa ser ouvida e isso só poderemos fazer através da imprensa falada, escrita e televisada. Por isso conclamo aos irmãos, usarem de seus e-mails para denunciar estas coisas, em todas as oportunidades que perceberem.

Geralmente os editores e repórteres colocam seus e-mails para o público pronunciar-se. Aproveitemos estas oportunidades! Quem sabe não começamos a fazer isso agora? Se é que muitos já não o estão fazendo?

Os exemplos? Vejam as notícias na internet, onde os grandes meios de comunicação estarem agora expondo questões da secretíssima Torre de Vigia.

Vejam organizações que mantêm sites na internet! Vejam alguns que têm sites que escancaram os ensinos e tradições de homens?

 Passemos então para os dois últimos textos do artigo:

 Judas 22-23: “Continuai, também, a mostrar misericórdia para com alguns que têm dúvidas; salvai-os por arrebatá-los do fogo. Mas continuai a mostrar misericórdia para com os outros, fazendo-o com temor, ao passo que odiais até mesmo a roupa interior que tiver sido manchada pela carne”.

O contexto diz: “No último tempo haverá ridicularizadores, procedendo segundo os seus próprios desejos de coisas ímpias.” Estes são os que fazem separações, [homens] animalescos, sem espiritualidade. Vós, porém, amados, edificando-vos na vossa santíssima fé e orando com espírito santo, mantende-vos no amor de Deus, ao passo que aguardais a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo, visando a vida eterna”. (Judas 18-21) e após, diz em Judas 24-25: “Ora, àquele que é capaz de vos guardar de tropeços e de vos estabelecer sem mácula à vista da sua glória, com grande alegria, ao único Deus, nosso Salvador, por intermédio de Jesus Cristo, nosso Senhor, seja a glória, a majestade, o poderio e a autoridade por toda a eternidade passada, e agora, e para toda a eternidade. Amém”.

É pouco provável que estes ridicularizadores venham a substituir de vez as doutrinas que lhes estão trazendo dificuldades – o ano de 1914; a data da destruição de Jerusalém; a recusa de transfusões do sangue em sua totalidade; suas posturas referentes à pedofilia; associação com a ONU; tratados governamentais para se livrarem de processos de direitos humanos e estabelecer as Testemunhas de Jeová nestes países - Vejam o caso Bélgica.

Enfim... digo pouco provável pois enquanto estiver entrando pessoas em suas fileiras e continuarem aumentos em países do terceiro mundo, estes senhores provavelmente continuarão a ridicularizar a fé de muitos.

2 Timóteo 2:25-26: “instruindo com brandura os que não estiverem favoravelmente dispostos, visto que talvez Deus lhes dê arrependimento conduzindo a um conhecimento exato da verdade e eles voltem ao seu próprio juízo, saindo do laço do Diabo, visto que foram apanhados vivos por ele para a vontade deste.”

O Contexto diz em   2 Timóteo 2:23-24: “Outrossim, recusa questões tolas e ignorantes, sabendo que produzem lutas. Mas o escravo do Senhor não precisa lutar, porém, precisa ser meigo para com todos, qualificado para ensinar, restringindo-se sob o mal,”  e mais além diz: “Sabe, porém, isto, que nos últimos dias haverá tempos críticos, difíceis de manejar. Pois os homens serão amantes de si mesmos, amantes do dinheiro, pretensiosos, soberbos, blasfemadores, desobedientes aos pais, ingratos, desleais, sem afeição natural, não dispostos a acordos, caluniadores, sem autodomínio, ferozes, sem amor à bondade, traidores, teimosos, enfunados [de orgulho], mais amantes de prazeres do que amantes de Deus, tendo uma forma de devoção piedosa, mostrando-se, porém, falsos para com o seu poder; e destes afasta-te. Pois, dentre estes surgem aqueles homens que se introduzem ardilosamente nas famílias e levam cativas mulheres fracas, sobrecarregadas de pecados, levadas por vários desejos, sempre aprendendo, contudo, nunca podendo chegar a um conhecimento exato da verdade”. -  <2 Timóteo 3:1-7

Pelo enorme respeito que tenho para com os irmãos cativos em sua fé, por normas e ensinos de homens nas diversas congregações espalhadas pela terra, enclausuradas por paredes invisíveis postas por homens pretensiosos, desleais, soberbos e blasfemadores, traidores e enfunados de orgulho, tendo uma forma de devoção piedosa, mostrando-se, porém, falsos para com o seu poder, repito as palavras registradas em Atos dos Apóstolos 15:24, 28-29:
“Sendo que ouvimos [falar] que alguns dentre nós vos causaram aflição com discursos, tentando subverter as vossas almas, embora não lhes déssemos nenhumas instruções, chegamos a um acordo unânime...  Pois, pareceu bem ao espírito santo e a nós mesmos não vos acrescentar nenhum fardo adicional, exceto as seguintes coisas necessárias: de persistirdes em abster-vos de coisas sacrificadas a ídolos, e de sangue, e de coisas estranguladas, e de fornicação. Se vos guardardes  cuidadosamente destas coisas, prosperareis. Boa saúde para vós!”

Que possamos desvencilhar-nos dos fardos pesados que nos foram impostos por homens incrustados na supervisão da Sociedade Torre de Vigia e para isso só tem um meio: Ter a mente aberta para ir a fundo neste escuro poço de vaidades que se chama Corpo Governante, através de seus ensinos do passado e presente, procurando discernir a simplicidade dos ensinos do Cristo versus os “vai-e-vêm” ensinos da Torre.

Como sei que vai ser difícil a convivência com estes e sabedor pelo texto bíblico que estes homens introduziram-se ardilosamente nas famílias, levando-as cativas, estarei aguardando ser martirizado em espírito pelos que continuam em escuridão mental, os anciãos da congregação que freqüento encapuzados com o véu escurecido de dogmas humanos, orientados pelas mentes insanas daqueles que se dizem representantes do Senhor aqui na terra.

“E os perspicazes raiarão como o resplendor da expansão; e os que levam muitos à justiça, como as estrelas por tempo indefinido, para todo o sempre”. - Daniel 12:3

 


Voltar