Saude & Informação TextosNovidadesFale Conosco
Pesquise:
 

Principal
 Textos
 O Que É?
 Sobre Nós
 Denúncias 
 Relatos
 Pergunte
 Debates
Links

PARA NÃO DIZER QUE NÃO FALO DE FLORES

Por Ricardo Bonalume Neto

O Ministério da Educação considera apenas quatro cursos de medicina "muito bons". São os cursos das universidades federais do Rio de Janeiro e de Minas Gerais, da Unicamp e da USP, todos públicos. Já outros três, de escolas particulares, estão praticamente sendo fechados.

Fico imaginando a péssima qualidade dos médicos formados por essas escolas. Assim fica mais fácil entender como alguém que fez um curso universitário pode receitar os chamados "florais" como se fossem remédios de verdade, apesar de o próprio Conselho Federal de Medicina reprovar essa prática.

Claro, não são só médicos que receitam essas coisas. Há também psicólogos e enfermeiras prescrevendo florais e uma curiosa categoria chamada "terapeuta floral". No fundo, qualquer um pode receitar florais. Basta inventar ou seguir um "sistema", como o mais antigo e famoso, criado pelo médico inglês Edward Bach no começo do século (em defesa das escolas de medicina da Inglaterra, devo dizer que ele não era um aluno muito dedicado). O que são florais? Basicamente são misturinhas de flores com água e conhaque, que serviriam para uma variedade de problemas emocionais.

Consta que os florais de Bach são divididos em sete grupos, segundo a indicação: para o medo; a incerteza; a falta de interesse; para quem se deixa influenciar facilmente; para desânimo ou desespero; para a preocupação excessiva com o bem-estar dos outros e para a solidão.

Uau! É a cura do estresse!

Pena que nada tenha comprovação científica. Na prática, o único efeito parece ser o da bebida alcoólica. Mas fico imaginando se qualquer conhaque serve. Eu detestaria ter de desperdiçar um Rémy Martin VSOP em um floral; mas será que bastaria um Dreher? Haveria algo contra usar Armagnac? Ou Calvados? Como não poderia deixar de ser em uma terapia dita alternativa -eu prefiro chamar isso de falsa medicina-, existe a menção à "energia" da pessoa.

Um texto em uma revista curiosamente chamada "Saúde" tem uma boa descrição do processo: "A teoria dos florais se baseia na idéia de que as essências têm a capacidade de vibrar dentro do corpo e resgatar o que há de melhor nas pessoas, buscando o equilíbrio interior delas. Por isso, seu princípio é chamado energia vibracional, que age nos níveis sutis do ser humano."

O melhor de tudo é a "explicação" dada por uma psicóloga de São Paulo: "Os problemas emocionais desequilibram essa energia, desencadeando doenças".

Que faculdade foi essa que explicou para ela que existe essa tal energia, cujo "desequilíbrio" causaria doenças? Onde se pode aprender semelhante bobagem? Recomendo a leitura de um artigo sério sobre florais escrito por um professor da UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul), Renato Zamora Flores (sim, o sobrenome dele é esse mesmo). O artigo está disponível no site cético da Sociedade da Terra Redonda (http://www.strbrasil.com.br/Str/basil.htm). Veja uns trechos, com os quais eu concordo 100%:

"Os terapeutas florais estão convencidos de que a consciência humana, por meio dos comportamentos do indivíduo, é a causa de todas as doenças. Seria muito bom, caso fosse verdade, já que bastaria um comportamento correto para garantir saúde e longevidade. Pena que a vida real não é assim. Você gostaria de tentar curar uma infecção bacteriana sem antibióticos e com uma revisão da consciência?"

"Não existe nenhuma pesquisa científica, com os mínimos padrões de qualidade, que mostre qualquer efeito destas flores dissolvidas em água."

"A principal causa de seu sucesso é a crença dos usuários de que vão melhorar com o suposto medicamento."

Zamora Flores lembra que o famoso doutor Bach acreditava que doenças cardíacas eram causadas pela falta de amor pela humanidade.

Continuo ficando só com o conhaque.

***

Originalmente publicado na Revista da Folha em 13/08/2000

Clique Aqui!
Anúncio Publicado e Patrocinado por ClickNow!
Clique no banner e ajude o site Saúde & Informação a crescer!

| Principal | Textos | O Que É? | Sobre Nós | Denúncias | Relatos | Pergunte | Debates | Links |
Página projetada para ser visualizada no Netscape 4+ a 800x600x16K sem modificação no tamanho das fontes.

1